Adicionar aos favoritos Meus posts favoritos 30/11/2017

Como já contei aqui antes, no começo de outubro eu viajei com minha família para ir no Disney Cruise com meu sobrinho. Como o navio saía do porto de Cape Canaveral, resolvemos passar alguns dias em Miami Beach na ida e na volta. Como eu estava na função do meu sobrinho, não tive muito tempo para passear e acabamos adaptando a nossa programação à dele, ou seja, acabamos comendo a maioria das vezes em casa então fomos em poucos restaurantes. Mesmo assim, segue abaixo a minha programação durante esses quatro dias. Conseguimos ir em cinco restaurantes, três dos quais são favoritos meus e já devo ter mencionado aqui antes. Os outros dois são relativamente novos e mencionei aqui.

Chegamos em Miami num sábado e basicamente toda manhã foi perdida abrindo caixas e desfazendo as malas. Por volta das 12h, fomos para o Design District para olhar algumas galerias de arte. Estávamos procurando quadros novos para pendurar na sala e no hall de entrada e nessa região tem galerias de arte contemporânea muito boas. Entre elas, eu recomendo a Opera Gallery, recém-inaugurada no segundo andar do Palm Court, e a Markowicz Fine Art, onde você encontra obras do Damien Hirst e Andy Warhol, entre outros tantos renomados artistas. O Design District não para de crescer e na minha opinião, está cada vez mais legal – sempre tem alguma novidade. Toda vez que eu vou eu descubro algo novo e dessa vez foi a Boutique Lulu, uma loja super descolada que fica ao lado do restaurante Michael’s. Abriu há pouco tempo também a loja da Isabel Marant. Especialmente para Art Basel e o final do ano, abriram lojas pop-up da Pasticceria Marchesi (de Milão) e a Goop GIFT!

A região toda também parece ter sido feita para selfies e fotos no Instagram hahaha, com dezenas de instalações de arte e murais espalhados pelas ruas. No Palm Court você encontra um domo transparente gigante, uma estátua gigante do arquiteto francês Le Corbusier feita pelo artista Xavier Veilhan, além de cadeiras de balanço todas interligadas feito uma teia de aranha na instalação “Netscape” de Konstantin Grcic. P.S.: Os balanços ficam na frente da Opera Gallery no segundo andar, no topo das escadas rolante. Vale a pena ver também a instalação permanente “Elastika” da falecida e renomada arquiteta Zaha Hadid dentro do Moore Building. É demais! A loja da Fendi também é outro lugar legal para fotos – um corredor laranja simétrico cheio de colunas fazem a moldura perfeita! Não deixe de procurar também os murais gigantes “Vortex” e “Jungle” – não vai se arrepender!

Depois de passear pelo Design District, fomos almoçar no MC Kitchen, um dos meus restaurantes prediletos da região! O menu é basicamente italiano e sinceramente, tudo aqui é muito BOM – não tem erro! O brunch menu deles é especialmente bom e já aviso que o difícil vai ser escolher um prato só!! Kkk.  Se você gostar de trufas então…hahaha! Além das massas, uma das especialidades da casa é a pizzetta com figos e prosciutto! Vale pedir como uma entrada para compartilhar ou como prato principal se estiver com muita fome! Aliás, as porções aqui são muito grandes, então recomendo dividir ou pedir meia porção. Se você é fã de batata frita, não deixe de experimentar “Aspen’s Famous Truffle Fries” – isso mesmo, a mesma batatinha trufada fantástica do restaurante AJAX em Aspen, no Colorado!! É divina! A porção vem tipo um balde de batatas hahaha mas é muitooo bom!! 

Depois do almoço e de muita insistência da parte do meu sobrinho, nós fomos para o Target em Midtown, que segundo ele, é a sua loja favorita no mundo inteiro! Hahahaha. E realmente a Target é fantástica! Eu confesso que tinha um certo preconceito antes, mas hoje em dia sou fã também! É o melhor lugar para comprar cacarecos e itens básicos em grandes quantidades, como bronzeadores e shampoos, por exemplo. Os preços da Target são bem mais baratos do que qualquer outra drugstore, como a Walgreens ou CVS – vale a pena. Aqui você também encontra de tudo: eles têm uma excelente seleção de brinquedos para crianças, jogos, fantasias, roupas de ginástica, tudo para esportes, além de cama, mesa e banho. É o lugar ideal para comprar coisas temáticas, por exemplo, Halloween ou Natal. Como era época de Halloween, compramos um monte de balinhas especiais e até sucrilhos temático! Hahaha. Agora para o Natal, eles possuem um excelente estoque de papéis de embrulho, caixas para presente, cartões e sacolinhas, fora toda decoração natalina. A gente se diverte lá como você pode perceber pelas fotos abaixo hahaha!! Dessa vez gastamos quase 2 horas dentro da loja!! Vá ao Target sabendo que irá passar pelo menos 1 hora lá dentro!

Antes de voltar para casa, tentamos passar no The Salty Donut para comer a nossa “sobremesa”, mas infelizmente já estava tudo esgotado!! Aqui tem que chegar cedo, não adianta! Eu contei sobre esses deliciosos donuts artesanais que viraram mania em Miami aqui! Inclusive, ouvi dizer que eles lançaram alguns sabores novos para o final do ano como vinho rosé e prosecco! Exótico não?! Hahaha. Decepcionada, aproveitei que estava em Wynwood para tirar rapidamente algumas fotos dos novos murais coloridos – eu não resisto! Dessa vez eu encontrei um par de asas de anjo lindoo!! Para quem quiser tirar foto aqui, o mural fica na NW 5th Avenue. Fomos para casa e preferimos jantar por lá mesmo. Essa é a vantagem de não estar em hotel, então tem que aproveitar né?! 

No segundo dia nós invertemos a ordem: almoçamos em casa e jantamos fora! Kkk. De manhã fomos andar de bike pela orla de South Beach, um quase ritual para mim quando estou lá – eu amo! Quem quiser alugar bicicleta pode optar pelas Deco Bikes disponíveis nas estações em determinados pontos da cidade ou então alugar uma bike da loja Miami Beach Bicycle Center na 5th Street, em South Beach. Geralmente eu gosto de começar pelo South Pointe Park e pedalar até o hotel Fontainebleau, e voltar, com direito a uma paradinha estratégica no Café Pinocchio para me refrescar. Como a gente estava com o meu sobrinho de 5 anos, não tinha como pedalar tanto, então só fomos até a altura da Lincoln Road e voltamos. Mas é claro que teve a pausa para o cafezinho e a limonada fresca! Kkk. O Pinocchio é um café super pequeno gerenciado por italianos que fica na 8th Street, entre a Collins Ave e a Ocean Drive. É bem simpático! Sempre paramos aqui! Quando eu estava lá a cidade ainda estava se recuperando dos estragos do furacão Irma, e confesso que foi um pouco triste e deu pena ver todas as árvores e palmeiras depenadas ou caídas…

Tivemos sorte porque pegamos dias lindos ensolarados durante a viagem e estava muito calor, então nada melhor do que uma piscina! Passamos o resto da tarde na piscina do prédio e comemos por lá mesmo. No final do dia fomos atrás de fantasias para o Disney Halloween Cruise kkk! O melhor lugar para comprar fantasias é no Halloween Mega Store na Alton Road, na altura da 15th Street, mas o problema é que a loja é temporária. A seleção é fantástica então é praticamente impossível você sair sem um look de lá! Hahaha. Tinha até a peruca do Donald Trump! Hahaha. A noite fomos jantar no Mr Chow, o meu restaurante chinês PREDILETO!! Estava desejando MUITO! Foi a primeira vez do meu sobrinho nesse restaurante e confesso que estávamos um pouco tensos porque não sabíamos se ele ia gostar da comida ou não – ele não está exatamente acostumado com comida chinesa kkk. Mas ele amou! Foi um sucesso! Pedi o de sempre: um apple martini (#rotina), e de entrada dividimos os gyozas de porco, o “shanghai little dragon” e os “Mr Chow noodles”. O meu sobrinho adorou assistir à apresentação do homem fazendo os noodles na hora no meio do restaurante – ficou muito impressionado! Kkk. Foi bom para entreter! Como prato principal pedimos o “Beijing Chicken”, “Beef with Oyster Sauce” e camarão! Para variar estava tudo delicioso. Fomos dormir cedo, pois na manhã seguinte madrugamos para o Disney Cruise!

Chegamos em Miami na sexta-feira à tarde totalmente exaustos do cruzeiro!! Hahaha. Só saí de casa no final da tarde para ir na Lincoln Road resolver umas coisas na loja da Apple e voltei! Como meu sobrinho estava comigo, teve parada obrigatória na loja de balinhas Dylan’s Candy Bar! Kkk. Não é só criança que gosta – eu também adoro essa loja! Além de trazer um gostinho da minha infância, eu amo os produtos à venda da própria marca. A Dylan’s possui a maior seleção de balas e doces do mundo, além de vender presentes e itens relacionados à bala também, como toalhas, pijamas, boias, etc. Tem muita coisa divertida de emojis e muita coisa temática! Resumindo: é um festival de cores e tentação para enlouquecer qualquer um! Hahaha. Os meus doces preferidos são: as barras de chocolates com sabores “marshmallow”, “vanilla cupcake with sprinkles” e “cookie dough”; “cake batter popcorn” (pipoca); “unicorn poop” (balinhas coloridas); e “birthday cake bites”. A loja tem também uma seleção grande de balas e doces antigos que você já não encontra mais com tanta facilidade. Imperdível!

Acordamos descansados no sábado e fizemos o nosso tradicional passeio de bike, parando no Pinocchio, mas dessa vez pedalamos direto para o restaurante Fratelli La Bufala, onde almoçamos. Eu com certeza já falei desse lugar antes, porque além de ter pizzas incríveis (vera pizza napolitana!), é daqui a melhor burrata de Miami! Ela é servida acompanhada de uma focaccia quentinha, feita na hora – tudo de bom! Os donos são italianos, todos os garçons falam italiano e o restaurante usa apenas ingredientes italianos. Não preciso falar mais nada né?! O lugar é super informal, com ambiente descontraído, o que é gostoso porque você pode ir de roupa de ginástica como a gente fez! Quem não conhece tem que ir! Depois do almoço voltamos para casa e ficamos curtindo a piscina.

À noite eu combinei de sair com alguns amigos e fomos jantar no restaurante espanhol Tatel. Ele faz parte da última leva de restaurantes novos em Miami. O restaurante é bonito e rola música ao vivo, mas o público é definitivamente mais velho, considerando que era um sábado à noite. O Tatel pertence ao tenista espanhol Rafael Nadal e ao cantor Enrique Iglesias, e é situado dentro do hotel Ritz-Carlton em South Beach. O hotel está passando por um período de reforma e deve reabrir agora em janeiro 2018, mas como as entradas são separadas, não tem problema. Entretanto, tenho certeza que o movimento será maior quando o hotel estiver recebendo hóspedes novamente, porque o restaurante estava meio vazio para um sábado! Fora isso, a comida é deliciosa! Pedimos várias entradinhas como as croquetas de jamón, e de prato principal eu resolvi provar o famoso “milanesa” de carne com ovos e trufas – divino!! Já adianto que o prato é enormeeee! Eu até tentei tirar foto, mas ficou tão ruim que resolvi colocar uma profissional do restaurante para mostrar a cara do prato e deixar vocês com vontade! Kkk.

Por fim, no último dia passamos a manhã fazendo malas e depois fomos almoçar no Kiki on the River, um restaurante grego super charmoso à beira do Miami River. Nosso vôo de volta era cedo, então basicamente perdemos um dia inteiro. O restaurante é uma delícia, super bonito, todo arejado com um terraço enorme coberto, onde sentamos. Recomendo sempre pedir mesa do lado de fora se possível! Aos domingos o lugar lota para o famoso brunch que após as 15h vira “balada” e eles passam a cobrar “bottle service” (consumação) das mesas. Não sei dizer se eles cobram de todas as mesas ou se apenas das mesas no terraço, então recomendo se informar antes para não ser pego de surpresa. O restaurante fica ao lado do Sea Spice e o dono é ex-chef do famoso restaurante Milos, então não é à toa que ele virou um hotspot tão rapidamente! O cardápio é mediterrâneo/grego e tudo que provamos estava uma delícia. Eu adorei o “Saganaki” que é um queijo típico grego flambado com sambuca – a casquinha fica bem crocante e saborosa. A sobremesa foi o highlight do almoço: “DIY s’mores”!! Uma sobremesa típica de acampamento americano, basicamente, você coloca o marshmallow no fogo para assar (até ficar bem molinho e começar a derreter no meio), e depois faz um sanduíche dele com duas bolachas graham crackers e um tablete de chocolate ao leite. É muito bom (bagunças a parte kkk), além de ser divertido ficar fazendo! Hahaha. Uma última dica: se você usa o aplicativo Open Table para fazer reservas em Miami, não se frustre se der mesa indisponível para o Kiki – é normal. O certo é fazer a reserva pelo telefone, não sei porque!

Comentários

comentários

Related Posts

Voltar