DIdi Krepinsk

Reserve Aqui 19/05/2021

Depois de 3 anos longe, voltei novamente para Tulum, no México, durante o carnaval este ano. A última vez que eu estive no destino foi em janeiro de 2018 e, do nada, me deu muita vontade de voltar para conferir todas as novidades e também porque eu amo Tulum e sua vibe! Eleito um dos destinos em alta no mundo e um dos mais badalados do México pelo Travellers’ Choice Awards 2021 do TripAdvisor, a zona arqueológica à beira-mar na Riviera Maya oferece uma experiência que combina ruínas, pirâmides, cenotes, reservas naturais e, claro, belas praias de areia branca e mar turquesa. Se destaca ainda pelos hotéis boutique que combinam sofisticação, design, charme e rusticidade em meio à natureza, além da diversidade de restaurantes e bares.

Como o México ainda é um dos poucos destinos abertos no momento para brasileiros, Tulum está mais em alta do que nunca e é um excelente local para passar a quarentena de 14 dias antes de entrar nos Estados Unidos, por exemplo, ainda mais agora que estão vacinando turistas por lá! Como eu trabalho com turismo, sempre gosto de acompanhar os destinos e notei que além de restaurantes e beach clubs, Tulum ganhou muitos hotéis novos nos últimos anos, algo que inclusive era muito necessário. Então, eu aproveitei que estaria em Miami, pertinho, e resolvi ir passar uma semana em Tulum com 2 amigas durante o carnaval. Como sempre, fui embora com o coração apertado, querendo ficar mais. Confiem em mim…não fiquem menos de 1 semana e se puderem, fiquem pelo menos 10 dias! Já estou louca para voltar! Kkk.

UPDATE

O intuito deste post não é passar todas as informações sobre Tulum novamente, pois aqui no blog você já pode encontrar um monte de dicas e informações nos outros posts, como melhor época para ir, principais passeios, etc. Todas as dicas que escrevi no passado ainda são válidas, então clique **AQUI** para ver tudo.  Neste post vou apenas dar um update – contar quais são as novidades, pincelar alguns highlights e também indicar meus hotéis favoritos por lá que acho que está faltando para completar as dicas!

COVID-19

Antes de mais nada, acho válido falar sobre os protocolos de higiene e segurança que estão sendo adotados em Tulum. Como vocês bem sabem, tudo muda repentinamente, então não deixem de conferir as últimas atualizações antes de viajar! Até onde eu sei, ainda não é necessário teste PCR negativo de COVID-19 para entrar no México. Em termos de restrições, quando eu estive no Carnaval, Tulum estava com a bandeira “Roja” (vermelha), ou seja, não podia ter festas e restaurantes tinham que fechar até meia noite. No entanto, isso já mudou e parece estar tudo liberado e normal por lá no momento. Em termos de “se sentir seguro”, acho válido mencionar que em Tulum quase ninguém usa máscaras! Claro que os taxistas e o staff dos hotéis e restaurantes usam, mas os turistas não, então se você estiver muito noiado, talvez não seja o destino ideal para você nesse momento. Para retornar ao Brasil ainda é exigido o teste PCR negativo e recebi muitas perguntas sobre onde realizar o exame então aqui vai a minha dica: peça ao concierge do seu hotel. Eles podem organizar tudo. Foi o que eu fiz! Eles chamaram um médico que foi até o nosso quarto, realizou o exame e o resultado saiu em até 24 horas, super fácil. No entanto, cobraram caro – USD 180 por pessoa.

KITESURF

Para quem me acompanha no Instagram, vocês já sabem que mergulhei de cara no Kitesurf e Tulum é um excelente destino para velejar! Aproveitei minha estadia para praticar o esporte e percebi que algumas pessoas se interessaram então aqui vai o que você precisa saber sobre kite em Tulum. A temporada de kite geralmente vai do final de novembro ao início de maio. Fora da temporada, não há vento suficiente, então esqueça. Mesmo com um vento relativamente forte, vale dizer que ele não chega aos pés do vento forte e constante que temos no Ceará, então não vá esperando isso! Mesmo durante a temporada, alguns dias simplesmente não venta, é diferente daqui. Também acho válido mencionar que o mar em Tulum tem muitas ondas, então eu particularmente achei bem mais difícil – não recomendaria para iniciantes! Quem se interessar, existem várias escolas onde você pode alugar equipamento e/ou fazer aula em vários pontos da praia na Zona Hotelera. É super fácil. Eu peguei supervisão e aluguei equipamento na COA Water Sports, na frente do hotel Chiringuito, perto do Nômade e Be Tulum. É o lugar que eu recomendaria.

COMPRAS

Essa parte eu sei que vocês amam hahaha, mas infelizmente, dessa vez não fiz tantos achados! As lojinhas em Tulum me decepcionaram um pouco. A minha loja favorita fechou, não achei nenhuma bolsa nova bonita e também não encontrei nenhum chapéu deuso novo. E olha que eu procurei muito viu?! Dessa vez, as melhores compras foram feitas na praia mesmo! Comprei vários looks de um casal de iranianos que ficava passeando em frente ao Be Tulum, Nômade e Casa Malca. E fica a dica: vale muito mais a pena comprar com eles do que ir na Caravana – as peças são basicamente as mesmas e saem por 1/3 do preço! Até porque, muita gente gosta de “se fantasiar” em Tulum e depois volta para casa e nunca mais usa aquelas roupas, então economize! Kkk. Lojinhas que valem dar uma fuçada que geralmente têm coisas legais: Lolita Lolita, Wai Açaí, Kabe e a boutique do hotel Azulik.

RESTAURANTES

Os restaurantes e beach clubs novos são: Taboo Beach Club, Tantra, Vagalume, Ambrosia, BAK by Harry’s, Itzik, IT, Funky Geisha, WILD, Meze, Tora, Parole, NÜ, Ilios e Bagatelle. Todos são muito bonitos e têm uma decoração com pegada bem Mykonos, masssss eu não amei a maioria!! Quase todos pertencem a grupos grandes já estabelecidos em Tulum, então existe aquela sensação de “copy & paste” sabe?! Além disso, achei a frequência dos lugares ruim – muita gente feia. Cheguei a fazer reserva em vários antes de viajar, mas mudei tudo! Acabamos não indo nesses novos, com uma ou outra exceção, porque, na minha opinião, os clássicos de sempre ainda são os mais legais e que têm mais gente bonita!

Na minha opinião os restaurantes imperdíveis em Tulum são: The Real Coconut, Posada Margherita, Ambrosia, Nômade Grill, Itzik, IT Tulum, Gitano, Arca e Hartwood. Não deixe de ir nesses se for a sua primeira vez em Tulum, prometo que não irá se arrepender! De todo jeito, segue abaixo uma listinha com meus favoritos e alguns novos também que separei para auxiliarem vocês na hora da reserva. Você pode fazer quase todas as reservas através do site/app do Open Table, é bem fácil. Para os outros, peça ao concierge do seu hotel para reservar.

CAFÉ DA MANHÃ

THE REAL COCONUT – O melhor café da manhã em Tulum! Imperdível! Famoso em Malibu, na Califórnia, o restaurante sustentável com vibe rústica e praiana tem menu focado em plantas e não leva nada de glúten, grãos e derivados do leite, além de preparar tudo com óleo de abacate. Se jogue e peça o cookie, os macha pancakes, huevos revueltos com tortillas e por aí vai! Kkk. Não deixe de experimentar um dos sucos de frutas do cardápio ou peça o sabor que você quiser – eles fazem!

ALMOÇO

POSADA MARGHERITA – Charmoso, combina comida italiana tradicional com ingredientes locais. Tem como carro-chefe as massas caseiras, além de se destacar pelos sucos frescos e sorvetes caseiros de sabores naturais. A melhor pizza e focaccia da cidade! Eu sou fã!! Amo! Eles não reservam, é por ordem de chegada, então vá cedo ou no final da tarde. Só aceitam dinheiro e fecha cedo no jantar.

AMBROSIA – Restaurante asiático situado dentro do Casa Malca, um hotel boutique que parece uma galeria de arte contemporânea foi construído com madeiras recicladas e decorado com obras de Keith Haring. Os pratos são elaborados com os melhores e mais frescos ingredientes. A comida estava incrível, tudo que pedimos estava MUITO bom! Pé na areia. Perfeito para um almoço. Se você quiser, pode ainda pagar o day use do hotel para desfrutar das cadeiras na praia e usar a consumação no restaurante.

NÔMADE GRILL – Dentro do hotel boutique que dá nome ao restaurante, é pé na areia com mesas comunitárias com almofadas onde as preparações são feitas na parilla ao ar livre. É um dos meus lugares favoritos! O visual é lindo, ambiente nota mil, comida boa e gente bonita! Super vibes! Para mim, são os melhores tacos de carne (“arrachera”)! Não deixem de provar o milho e as batatinhas também. Meu drink preferido lá é a “mezcalita de maracuyá”, mas já aviso – CUIDADO! Hahaha.

TABOO BEACH CLUB – No coração da Zona Hotelera, tem estilo rústico e minimalista e segue a cozinha mediterrânea, combinando autenticidade e reinterpretações das receitas mais icônicas. De dia rola o beach club que é aquela bagunça e meio trashy – achei gente feia. Se quiser conhecer, talvez vale a pena ir no jantar que acontece em outra área, um segundo restaurante e que tem um ambiente melhorado.

TANTRA TULUM – Beach club e restaurante com um estilo boêmio na área mais chic da Zona Hoteleira. Sua estrutura é inspirada na arquitetura balinesa e o menu combina produtos locais e importados com técnicas da cozinha artesanal da Indonésia. O lugar é super bonito, mas acabamos não indo com medo da frequência. No entanto, achei as cadeiras para tomar sol bem boas então pode ser uma opção.

MORO AT HABITAS – O cardápio do restaurante é uma combinação da culinária espanhola com influências mouriscas. Os pratos são feitos em forno de lenha com ingredientes de origem local e especiarias a estação. Um pouco afastado do buchicho da Zona Hotelera, o ambiente aqui é bem relax! A comida é deliciosa, então vale a pena vim num dia mais tranquilo! O hotel também permite fazer uso do day use.

VAGALUME TULUM – Aconchegante restaurante na praia que une fusões de elementos da natureza com produtos locais. Reservamos para o almoço, mas acabamos não comendo, porque esse dia teve festa lá. Aliás, as festas mais legais e bem frequentadas no final de tarde estavam acontecendo lá, então seria a minha sugestão de beach club, mas pelo o que eu entendi, não rola festa todo dia. Talvez por causa das restrições vigentes na época, talvez agora esteja diferente, não sei. Não recomendo para tomar sol, porque tem pouca cadeira na praia.

BAGATELLE – Inaugurado em dezembro de 2020 em Tulum, o restaurante presente em vários destinos traz sua forte influência francesa e mediterrânea para a atmosfera descontraída do caribe mexicano. O espaço externo e com cadeiras de sol é bem legal, mas de novo, atrai um crowd meio trashy – depende muito do que você está afim! Como não era a minha vibe, não fomos! Também abre no jantar com DJ tocando ao vivo – uma opção legal para ir com turma grande para um jantar mais animado! Não iria em um grupo pequeno!

JANTAR

BAK BY HARRY’S – No coração da Zona Hotelera, conta com uma proposta gastronômica que reúne os melhores cortes de carne do mundo, assim como os sabores mais exóticos do mar. Fomos lá na primeira noite. A comida estava boa e adorei a “spicy margarita” deles. No meio do jantar rola um show com dançarinos e fogo kkk, mas até que foi legal. A música é bem alta, então se não for o seu estilo, melhor evitar. Achei a frequência média.

ITZIK TULUM – Cercado por folhagens tropicais e lustres rústicos, combina sabores do Oriente Médio, mais especificamente Israel, ingredientes da selva maia e do Mar do Caribe para criar pratos mediterrâneos frescos e modernos liderados pela equipe do prestigiado chef Cesar Castañeda. Imperdível! A comida estava deliciosa e o ambiente é lindo, mas ele não é muito animado.

IT TULUM – Apresenta um menu mediterrâneo criativo elaborado pelo chef Nino Di Costanzo com duas estrelas Michelin. Valoriza a tradição culinária italiana com pratos atemporais como o clássico e icônico “Spaghetti Pomodoro”. Adorei esse restaurante – animado, gente bonita e com uma área de bar/lounge que viram baladinha depois! Quase voltamos de tanto que gostamos. A comida estava muito boa – italiano clássico sem erro! Para as mulheres solteiras que assistiram a série Emily in Paris…fiquem de olho, tem um garçom ali que é o clone do Gabriel! Passamos mal! Hahaha.

ARCA – Charmoso, tem menu “micro sazonal” de acordo com os alimentos da época de cada temporada e com pequenos pratos para serem compartilhados, seguindo uma forte tradição da cultura mexicana. O restaurante é lindo e um dos melhores da cidade sem dúvida. Mas ele é mais “foodie”. Se você tiver restrições alimentares ou um paladar infantil talvez seja melhor conferir o menu antes de ir, pois ele é bem limitado.

FUNKY GEISHA – Com conceito e atmosfera asiática, une a cozinha chinesa, tailandesa e japonesa em pratos repletos de nuances, especiarias e sabores aromáticos. Conta ainda com hookah- bar com espaço para relaxar entre amigos. Música boa, animado. Acabamos não indo, uma pena, porque curti muito a atmosfera! Foi super recomendado.

GITANO – O mais animado de Tulum! O restaurante segue um design tropical em harmonia com a natureza e tem um lounge com um globo espelhado pendurado no meio das plantas. O menu segue a cozinha mexicana moderna e oferece coquetéis exclusivos e sucos com frutas e ervas da estação. A comida é bem OK, nada de especial, mas os drinks são excelentes e possui a melhor atmosfera e vibe, gente bonita, DJ e pistinha! Reserve com antecedência e de preferência aos finais de semana!

KIN TOH BY AZULIK – O restaurante no Hotel Azulik tem cozinha vanguardista e se destaca pelo estilo casa na árvore com direito a ninhos, espaços únicos que parecem flutuar acima da selva maia e são perfeitos para um encontro romântico ou para um encontro intimista com amigos. O grande atrativo do restaurante é sem dúvida os ninhos – é caro, precisa reservar com muita antecedência, mas vale a pena! O visual é LINDO! Reserve para um horário mais cedo, bem “early dinner” mesmo e chegue a tempo de ver o pôr do sol. Pode ser meio pega turista, mas é o único jeito de entrar no hotel se você não for hóspede, então recomendo!

CASA BANANA – Com um estilo rústico urbano, o restaurante é conhecido pelos cortes de carnes argentinos e frutos do mar. É um clássico e um dos restaurantes mais antigos de Tulum, mas segue delicioso! A panqueca de doce de leite é divina de sobremesa. É legal ir com mais gente para compartilhar todas as entradas que são incríveis! Leve dinheiro, pois se não me engano, eles não aceitam cartão ou permitem pagar com apenas um, algo assim!

PHILOSOPHY CASA MALCA – Com decoração excêntrica e artística, o restaurante do hotel oferece cardápio com herança mexicana e ingredientes locais que mesclam com técnicas da culinária europeia contemporânea. O local é bem frequentado e sinceramente? Vale a pena ir pelas fotos! Kkk. O ambiente é super cool a noite!

HOTÉIS FAVORITOS

Eu percebi que estava faltando por aqui uma listinha com meus hotéis favoritos em Tulum, e de tanto receber essa pergunta, resolvi incluir nesse post! Selecionei abaixo hospedagens na chamada Zona Hotelera, que considero a melhor região e onde tudo acontece. Tulum está com bastante opção legal hoje em dia, abriu muita coisa nova boa, mas esses são os meus eleitos, onde eu me hospedaria numa próxima vez. Vocês vão perceber que o hotel que me hospedei no carnaval não figura nessa lista de hotéis favoritos, mas isso é apenas porque diante de todas as opções, se eu tivesse a escolha, não teria ficado nele. Ele é bom, achei meu quarto excelente, porém fechei a viagem de última hora e ele era a melhor opção que tinha na época. Resumindo – não seria a minha primeira escolha entende?! Kkk. Aproveitei para visitar também vários hotéis novos e de todos que eu vi e conheço, esses são os meus recomendados! Importante ressaltar que todos os hotéis mencionados abaixo possuem Ar Condicionado por sinal ok?! Hahaha. Digo isso, porque nem sempre foi assim! Kkk. Vamos lá:

CASA MALCA – Antiga propriedade de Pablo Escobar se transformou em hotel boutique que mais parece galeria de arte contemporânea com obras do colecionador Lio Malca. Nomes como Basquiat, Keith Haring, Vik Muniz estão pela propriedade e praia. Membro do Design Hotels, se destaca ainda por ser o mais luxuoso, pela localização reservada e pelo restaurante Ambrosia. Adoro a localização e a estrutura do hotel na praia.

BE TULUM – Sofisticado e em contato com natureza, tem suítes exclusivas com piscinas privadas. São três restaurantes e um bar, com destaque para o Ocumare criado pelo premiado chef Mauricio Giovanini com estrela Michelin. O Spa oferece tratamentos indígenas pré-hispânicos e na cobertura fica jardim onde se cultiva ervas sagradas e plantas medicinais. Icônico, se você quiser ver gente bonita e estar no meio do buchicho, e não se incomodar em pagar caro por isso, é a melhor opção, na minha opinião.

NÔMADE – Possui uma abordagem holística com programação voltada ao bem-estar inspirada na cultura maia com rituais, cerimônias e atividades para se reconectar. Tem forte presença de elementos naturais, estilo rústico e decoração com inspiração oriental. O lounge da praia é super espaçoso com gazebos, espreguiçadeiras e futons. O hotel é todo vibes, do mesmo dono do Be Tulum, e atrai mais gente jovem. Localizado entre o Casa Malca e o Be Tulum, na melhor parte da praia. Dica: não fiquem na tenda.

HOTEL PANAMERA – Hotel boutique à beira-mar com apenas 14 acomodações, restaurante e clube de praia. O design da propriedade se destaca assim como a piscina com ladrilhos no interior e na borda vermelho e branco, remetendo a um tabuleiro de xadrez colorido. Esse é um dos mais novos que gostei muito! Localização muito boa, walking distance dos principais restaurantes e perto do Be Tulum.

MA’XANAB – Se destaca pela arquitetura rústica e moderna e pelo formato único da piscina com vista para a praia. A decoração das acomodações é inspirada em materiais, texturas e cores mexicanas e algumas possuem piscina privativa no terraço com vista para o mar ou jardim. Se puder, pegue quarto com vista para o mar, no andar de cima e com direito a uma plunge pool – não vai se arrepender!

DELEK – As acomodações foram construídas utilizando método sustentáveis e em harmonia com a natureza. Cada uma tem mobiliário feito à mão, texturas naturais e artesanato indígena. O restaurante oferece cardápio baseado em ingredientes locais e sazonais e o Spa usa azeites e produtos naturais nos tratamentos. Ele tem uma pegada mais “roots”, mas é lindo! Super ficaria lá numa próxima vez. Remete um pouco ao Tulum de antigamente.

Outras opções boas na Zona Hotelera que apesar de não serem minha escolha inicial, são hotéis ótimos e valem mencionar:

KANAN TULUM – Da Ahau Collection, o resort eco-friendly projetado exclusivamente para adultos tem acomodações com estilo rústico, comodidades modernas e terraço. Tem incríveis passarelas de madeiras e galhos, assim como espaços que remetem à ninhos, que proporcionam uma imersão na natureza e vistas incríveis. Possui restaurante à beira-mar com estilo rústico e culinária mexicana com produtos frescos e sazonais. Para quem gosta, o hotel é bem “insta-friendly”.

LA VALISE TULUM – Paraíso romântico com praia privada e apenas nove quartos no estilo cabana com obras de arte com curadoria de artesãos locais e belas vistas. A suíte máster se destaca pelo amplo terraço, cujo visual pode ser contemplado direto da cama com o deslocamento dela para fora por trilho.

Existem outras opções boas como o Mi Amor, Jashita e o Kai, mas acho eles um pouco afastados, por isso não estou incluindo aqui. O Habitas, apesar de ser um pouco longe, fica próximo ao Hotel Azulik e ao Papaya Playa, mas vale mencioná-lo porque acho uma excelente opção para um casal querendo relaxar e ficar mais tranquilo e longe de agito!

HABITAS – É um santuário sustentável com suítes-cabanas que remetem ao estilo glamping, construídas sobre plataforma, paredes de lona e cobertas com palha natural. Possui um pavilhão central feito de metal, vidro e emoldurado por palmeiras onde fica o restaurante, o Spa, o deck e a piscina. Atrai um povo cool e descolado.

E por fim, vou incluir mais um hotel na listinha que não é propriamente em Tulum, mas vale mencionar! Eu não conheço pessoalmente, mas dois melhores amigos acabaram de voltar de lá e simplesmente AMARAM o hotel! Já quero conhecer, tenho certeza que vou amar com base em tudo que me contaram, então já estou aproveitando para dividir essa dica com vocês! Kkk.

HOTEL ESENCIA – Situado entre Tulum e Playa del Carmen, foi construído originalmente para ser a casa de uma duquesa italiana e atualmente é um cobiçado destino para lua de mel com praia privada. Cada acomodação possui terraço privado com vista sobre o jardim e um panorama do mar do Caribe. Possui três restaurantes, cafeteria, bar de suco e na praia de Xpu-Ha. Fica a cerca de 40 minutos de Tulum, então ele é ideal para fazer um combo mágico e descansar alguns dias após o agito intenso de Tulum! Kkk. O Spa é maravilhoso e conta ainda com uma filial do restaurante Beef Bar! Vale a pena incluir no roteiro!

LUGARES “INSTA-FRIENDLY”

Para encerrar o post com chave de ouro, resolvi acrescentar uma listinha que tenho certeza que vai fazer muito sucesso, pois nos dias de hoje, é o que muitos querem kkk. Então segue abaixo os lugares mais “instagramáveis” de Tulum para facilitar a vida de vocês!! Façam bom proveito! Kkkk.

  • Azulik Uh May (fica fora de Tulum, mas não é longoe – o taxi pode te levar. Aberto de terça a domingo, das 10h às 17h. Entrada custa USD 20.)
  • Azulik SFER IK Museion (aberto de terça a domingo, das 11h às 19h. Entrada custa USD 10.)
  • Azulik Kin Toh (para jantar nos ninhos e ver o pôr do sol)
  • Cenote Taak Bi Ha (divide a entrada com o Cenote Dos Ojos, para mim um dos mais lindos e não é tão longe igual outros)
  • Ahau Tulum (famosa escultura da “Mother Earth”. Se prepare para esperar na fila! A dica é ir BEM cedo!)
  • Follow That Dream Sign (ao lado da lojinha Lolita Lolita na rua principal)
  • Matcha Mama
  • Nômade Tulum (as famosas redes em format de pirâmides, placa wonderland e a escultura do robô de madeira na praia)
  • La Zebra Hotel (balanço escrito “beach please”)
  • Hotelito Azul (rooftop e cabanas na praia e no hotel ao lado tem as portas abertas no meio da praia)
  • Casa Malca (no caso o hotel inteiro é instagramável kkk, mas destaque para o famoso “túnel”, o balanço na entrada, a banheira, o cavalinho, etc)
  • Vagalume Tulum (a escultura da mão saindo da piscina e a outra escultura de mão feita de madeira logo na entrada)
  • I Scream Bar
  • Kanan Hotel & Spa (balanços mil e a escultura da sereia feita de madeira na praia)
  • Hotel Hun Tulum (mão gigante em cima da floresta)
  • Coco Tulum (balanços)
  • Amansala Eco Chic Resort (cabanas de praia fofas)
  • Mercado 70 (escadaria colorida que brilha na luz negra de noite)
  • Hotel Panamera (escultura do “Sacred Mammoth” na praia)
  • Hotel Shambala (a porta laranja)
  • Habitas Tulum (as redes, a piscina e a instalação de metal na entrada)
  • Bagatelle Tulum (o coração de palha enorme)
  • Love Yourself sign (na rua principal)
  • Coqui Coqui Coba (a piscina)
  • Mia Restaurant & Beach Club (o túnel na entrada e vários balanços)

É isso! Espero que tenham gostado bastante das dicas novas e da atualização, e que este conteúdo possa ser útil na sua próxima viagem!

Related Posts

Voltar

Fatal error: Uncaught Exception: Service : Wprocket_Active not exist in /var/www/html/wp-content/plugins/weglot/src/class-bootstrap-weglot.php:98 Stack trace: #0 /var/www/html/wp-content/plugins/weglot/weglot-functions.php(15): WeglotWP\Bootstrap_Weglot->get_service('Wprocket_Active') #1 /var/www/html/wp-content/plugins/weglot/src/services/class-regex-checkers-service-weglot.php(51): weglot_get_service('Wprocket_Active') #2 /var/www/html/wp-content/plugins/weglot/src/services/class-parser-service-weglot.php(97): WeglotWP\Services\Regex_Checkers_Service_Weglot->get_regex_checkers() #3 /var/www/html/wp-content/plugins/weglot/src/services/class-translate-service-weglot.php(82): WeglotWP\Services\Parser_Service_Weglot->get_parser() #4 [internal function]: WeglotWP\Services\Translate_Service_Weglot->weglot_treat_page('<!doctype html>...', 9) #5 /var/www/html/wp-includes/functions.php(4979): ob_end_flush() #6 /var/www/html/wp-includes/class-wp-hook.php(303): wp_ob_end_flush_all('') #7 /var/www/html/wp-includes/class-wp-hook.php in /var/www/html/wp-content/plugins/weglot/src/class-bootstrap-weglot.php on line 98