DIdi Krepinsk

Reserve Aqui 01/04/2021

Quem me acompanha no Instagram sabe que eu tenho passado um bom tempo em Miami, nos Estados Unidos, desde que começou a pandemia. Antes de mais nada, consigo entrar nos Estados Unidos, pois nasci lá e tenho cidadania. Confesso que eu nunca dei tanto valor para o meu passaporte americano! Kkk. Enfim, mesmo em tempos difíceis, surgiram muitas novidades por lá em termos de gastronomia então resolvi fazer esse post para que vocês possam ter fácil acesso à essas dicas novas e aproveitá-las quando puderem viajar novamente (esperamos que muito em breve)!!

CARBONE

Definitivamente, este é o restaurante mais concorrido de Miami atualmente. Filial de NYC e tão bom quanto, serve comida italiana simples, mas deliciosa, daquelas que nunca tem erro! Um dos carros chefes da casa e o meu prato favorito é o “spicy rigatoni vodka” – não deixem de provar! A cestinha de pão que servem é dos deuses também! Sou louca pela focaccia de tomate que vem dentro! Além de comida boa, aqui você encontra gente bonita e muito agito! O único problema vai ser conseguir uma reserva kkk. As reservas são feitas via NY, por isso está tão difícil. Reserve com MUITA antecedência, pois vive lotado! Eu consegui reservar através do concierge do meu prédio na primeira vez e na segunda através das notificações do app Resy. Mesmo que você entre no aplicativo e não encontre disponibilidade, clique para “notificar” se algo surgir. É um pouco chato, pois você terá que fazer isso para cada dia, mas vale a pena porque funciona! Mas não adianta clicar para notificar um dia antes viu? Tem que ser pelo menos uma semana antes, mas idealmente duas! #FicaADica. Vale mencionar que o restaurante não aceita “walk ins” então nem perca o seu tempo tentando chegar lá sem reserva. Fica em SoFi (South of Fifth), South Beach, no lugar do antigo restaurante Upland, que era do mesmo grupo. Para jantar.

UCHI

Restaurante japonês novo super bonito situado em Wynwood. O nome “uchi” significa “casa” em japonês. Um dos poucos mestres de sushi americanos, o chef e proprietário Tyson Cole, vencedor do prêmio James Beard, é apaixonado pela culinária japonesa, tendo treinado por mais de 10 anos em Tóquio, Nova York e Austin com dois mestres de sushi diferentes. Um equilíbrio delicado entre comida elevada e serviço impecável, o Uchi oferece cozinha japonesa não tradicional com degustações exclusivas, sushi e omakase sazonal em um ambiente super bonito.  A qualidade do peixe é muito boa. Recomendo experimentar o “hama chili” e o sashimi de “madai”. Tem que reservar.

COTE

Outro restaurante que está bastante concorrido! Uma filial do premiado restaurante em NYC, o Cote abriu em Miami algumas semanas atrás e está super badalado! Situado no Design District, o carro chefe do restaurante é o famoso Korean BBQ. O ambiente é super luxuoso e moderno, com mesas de mármore, e mesmo tendo a grelha na mesa, quem cozinha é o garçom e não você! E não se preocupe – graças à alta tecnologia instalada, não tem fumaça então você não sai defumada kkk. Eu estava ansiosamente aguardando a abertura deste restaurante por quase 2 anos – atrasou muito, e não me decepcionou! O menu pode parecer um pouco confuso no início, mas basicamente, você pode escolher entre o “Omakase” (menu degustação), o “Butcher’s Feast” (um menu fixo que tem um bom custo benefício até e já inclui todos os acompanhamentos) ou então pedir à la carte. Minha recomendação, para uma primeira vez, seria pedir o “Butcher’s Feast” para pegar um gostinho da culinária koreana e entender o conceito do restaurante. Foi o que fizemos. Pode parecer muita comida, mas as porções são pequenas, então vale a pena. Numa próxima vez, pretendo pedir à la carte, pois agora já sei os cortes de carne que prefiro (“hanger steak” e amei o “marinated galbi”), mas caso contrário estaria perdida! Kkk.  O menu do “Butcher’s Feast” se encerra com um delicioso sorvete de creme servido com uma calda de “soy caramel” – muito bom! Independente do menu que escolher, não deixe de pedir o “steak & eggs” de entrada ou então provar as ostras com caviar e uni. Serviço excelente e uma carta de vinhos excepcional. O restaurante é caro, mas vale a pena. Reserve com antecedência.

MILA

Inspirado nos elegantes detalhes minimalistas da natureza, o MILA é um restaurante, rooftop lounge e bar localizado no coração de South Beach, na Lincoln Road. A decoração evoca um cenário de St Tropez, Mykonos ou Ibiza. A cozinha atrai influências das margens do Mediterrâneo e do Japão, ao mesmo tempo que cria uma expressão visionária da saborosa e moderna cozinha mediterrânea, batizada de “MediterrAsian”. Os pratos são servidos no estilo de jantar informal izakaya, o que significa que devem ser compartilhados à mesa. Fui em dezembro e amamos o “bone marrow” e os gyozas!  O cardápio lembra um pouco o estilo do Zuma, alguns pratos melhores que outros, mas o ambiente é incrível então vale a pena só por isso. Bem animado e vibrante, toca música alta boa! Vá para jantar e reserve uma mesa na área externa, a mais bonita na minha opinião. O bar externo é lindíssimo – vale a pena chegar um pouco mais cedo para tomar um drink lá antes do jantar. Reserve com antecedência, pois vive lotado.

BAKAN

Restaurante mexicano super bom e descolado em Wynwood. Combina cozinha tradicional mexicana com um toque moderno. Amplo, estiloso e colorido, oferece tacos e tostadas, além de uma variedade de mezcals e margaritas (são mais de 500 tipos)! Todas as tortilhas são feitas à mão, uma a uma, para oferecer a experiência mais fresca possível, e utilizam uma churrasqueira a lenha para torrar os tortilla chips em cima da grelha e cozinhar os peixes, frutos do mar e carnes. Possui mesas internas e externas, com um barzão no meio que é uma ótima opção para quem está sozinho ou com pressa. Atualmente estão operando com capacidade reduzida então não aceitam walk-ins, por isso façam reserva!

GITANO

Filial de Tulum, o Gitano tinha tudo para dar certo em Miami, mas na minha opinião deixou a desejar um pouco. Situado dentro do Casa Faena, foi projetado para ser um oásis tropical, composto por um dining room no primeiro andar, terraços ao ar livre, bar e lounge no rooftop, tudo inspirado nas selvas tropicais de Tulum. A comida, mexicana, estava boa, mas nada espetacular. Também achamos o menu meio limitado. A acústica do restaurante não é boa e achei o ambiente um pouco frio. A parte mais legal é o rooftop, que é bem cool, mas não servem comida. Então acho que vale a pena ir para tomar drinks apenas!

WAVE AT 1 BEACH CLUB

Situado dentro do 1 Beach Club, no 1 Hotel, em South Beach, de frente para a praia sob palmeiras ondulantes, o Wave me lembra os restaurantes de Tulum! O ambiente é rústico, mas com design deslumbrante e atmosfera luxuosa e descontraída, tudo envolto em uma vegetação abundante e a brisa do mar. Aberto para hóspedes e não membros, o restaurante ao ar livre oferece pratos mediterrâneos feitos com ingredientes frescos, orgânicos, locais e sustentáveis. No menu você encontra bastante grelhados. Abre para o almoço somente aos finais de semana, de sexta à domingo, das 12h às 20h. Recomendo reservar. Fui no final do ano e gostei muito! É bem animado! Também vale ir somente para tomar uns drinks – o barzão no meio do beach club fica lotado!

JOIA BEACH

O Joia Beach é o novo “it place” para quem procura agito aos finais de semana! Situado atrás do Parrot Jungle, entre South Beach e Downtown, o local possui um ambiente lindo, bem no estilo Mykonos, com restaurante e lounge e beach lounge, tudo pé na areia. A vista também é linda. A decoração é “rustic chic”, me lembrou muito o Skorpios, em Mykonos, e a comida segue a mesma linha Mediterrânea. O menu é um pouco limitado, mas você encontra mezzes, frutos do mar frescos, etc. Aos finais de semana rola música ao vivo com DJs tocando de tarde até o anoitecer. Até agora na pandemia está tendo, afinal é ao ar livre. Se você for fazer um late lunch ou o famoso “almojanta”, recomendo book o second seating, que é quando começa a ficar mais animado. Na hora de reservar, eles deixam bem claro que a mesa será sua por apenas 2 horas e eles são bem rígidos nesse sentido – te expulsam mesmo. Então para evitar aborrecimentos de ter que ir embora quando o negócio começar a animar mesmo, escolha o second seating. O problema vai ser conseguir a reserva kkk. Está muito difícil!! O restaurante vive lotado! Você precisa reservar com no mínimo 1 mês de antecedência se quiser uma mesa no final de semana e mesmo assim talvez não consiga! Se você não fizer questão de ir aos finais de semana e quiser só conhecer mesmo, vá durante a semana que é mais fácil de conseguir. Você também pode sempre tentar reservar uma mesa no Beach Lounge onde oferecem bottle service e servem pratos pequenos,  mas existe um consumo mínimo. É acessível de barco.

CHICA

Filial de Las Vegas, o CHICA abriu há pouco tempo atrás no bairro histórico de MiMo, na Biscayne Boulevard. Inspirando-se nos sabores frescos da cozinha latina da Chef Lorena Garcia, bem como nas residências tradicionalmente abertas e arejadas encontradas em toda a América Latina, o restaurante combina uma paleta tropical com inspirações regionais, evocando as lendárias salas de charutos da América do Sul e a vibrante vida noturna de Miami. O ambiente é bem jovem, com uma atmosfera vibrante. Adorei a decoração e tem um barzão LINDO com drinks excelentes por sinal! Kkk. No cardápio você encontra clássicos como Arepas, Quesadillas, Churros, etc. De sobremesa vale experimentar o bolo de “Tres Leches” com merengue, mas o que mais sai é o “Red Velvet Churros Bouquet”! O CHICA está aberto para brunch, almoço e jantar. Fomos jantar e gostamos bastante – já queremos voltar para provar o brunch que parece ser incrível!

SERENA

Restaurante e rooftop bar mexicano no novíssimo Moxy Hotel em South Beach. Todo colorido e ao ar livre, possui atmosfera vibrante e ambiente super agradável inspirado nos encantadores rooftop restaurants de Oaxaca e da Cidade do México. Da mesma equipe por trás do famoso Coyo Taco, o restaurante possui uma cozinha ao ar livre onde os clientes vêem fubá sendo transformado em tortilhas e depois transformado em pratos como tostadas de uni e caranguejo e quesadillas de flor de abóbora. Oferece um extenso menu de pratos clássicos compartilháveis combinados com uma interpretação moderna da culinária tradicional latina e mexicana. Excelente opção para o almoço ou para jantar e também para sunset drinks no final do dia! Adoramos!

LIDO RESTAURANT

O Lido Restaurant (sem relação com o The Lido Bayside Grill no The Standard) é o novo restaurante italiano dentro do Four Seasons Hotel at The Surf Club. Ele ocupa hoje o espaço antes ocupado pelo Le Sirenuse, que infelizmente fechou no início da pandemia, mas reabriu com esse outro nome. O cardápio mudou um pouco, mas o ambiente continua igual, o que eu achei ótimo! Kkk. O nome “Lido” foi escolhido por evocar o estilo de vida tranquilo de um verão italiano. Oferece os melhores sabores da Itália com um menu simples com autêntica cozinha mediterrânea preparada pelo Chef Antonio Mermolia. A comida estava deliciosa! Possui um terraço externo bem agradável também onde aos domingos rola o La Dolce Vita Brunch com música ao vivo e tradições do sul da Itália servidas ao lado da mesa. O brunch parece ser bom, preciso ir!

BOIA DE

Arrisco dizer que esse é o restaurante mais informal e despretensioso de Miami atualmente! Kkk. Novidade, ele começou a figurar em todas as “hot lists” de Miami e eu fiquei curiosa para conhecer – o difícil foi conseguir uma reserva! Ligue diretamente no restaurante ou então use o app do Resy (mesmo do Carbone) que também funciona. O motivo pelo qual é tão difícil de conseguir uma reserva é porque o restaurante está operando no momento com apenas com 8 mesas externas e também só abre para o jantar. Mas vou te falar que vale a pena viu? Não deixe o local estranho te enganar – apesar das mesas serem literalmente dentro de um estacionamento, a comida estava incrível! O menu contemporâneo com influências italianas é sazonal e todos os pratos são pequenos e feitos para compartilhar. É um melhor que o outro! Nem se preocupe em se arrumar, é MEGA informal. Dica: se só tiverem vaga às 17h, reserve e aproveite para fazer um “almojanta”! Definitivamente merecedor de todo hype, mas se você não curte esse estilo raiz, melhor nem ir.

STRAWBERRY MOON

Restaurante novíssimo situado dentro do novo e já badalado Goodtime Hotel que pertence ao Pharell. A decoração do restaurante e do hotel é super cool, fomos muito bem atendidos e tudo estava bom, mesmo tendo acabado de abrir, o que é sempre um ótimo sinal! O menu tem influência do Oriente Médio, com pratos turcos e árabes, e são feitos para compartilhar. Não deixem de provar o “Moon Bread” com “tahini butter” que é simplesmente dos deuses! Só de pensar me deu vontade aqui! Kkk. As “pides”, tradicionais pizzas turcas, também são uma boa pedida! Se conseguir, deixe um pouco de espaço para a sobremesa! Também gostamos muito dos drinks! A única coisa que não amamos foi a frequência, mas quem sabe isso mude nas próximas semanas. Mas definitivamente recomendaria ir conhecer.

TIGRE

O Tigre Restaurant & Bar é aninhado por um santuário de peixes boi, a poucos passos da Biscayne Boulevard, numa região chamada Little River. Oferece uma visão moderna da culinária argentina e possui excelente ambiente. Os drinks são muito bons e a comida também estava boa. Experimente o Negroni Roxo e o Milanesa é de morrer! Vimos 2 peixes boi durante o nosso jantar. O local é bem bonito então vale a pena fazer uma reserva mais cedo para o jantar, assim você consegue pegar o “golden hour”! Gostei bastante! Bem local.

SALVAJE

Situado em Midtown, o Salvaje me lembra bastante o Juvia. Situado num rooftop e bem badalado, possui um amplo terraço externo e oferece Japanese Fusion cuisine. Ele é quase todo aberto. A frequência é bem jovem e adorei a decoração do local. Os drinks são ótimos e bem divertidos – experimente o que vem servido dentro de chifre, literalmente! Kkk. A comida é OK, nada de especial, mas vale pelo ambiente.

EXTRAS…

Segue abaixo outros restaurantes novos que abriram, mas que ainda não fui conhecer! Eles já estão na minha wishlist de restaurantes, então assim que eu for, eu volto aqui para atualizar minhas impressões sobre eles! De todo jeito, acho válido mencioná-los! O MOMOSAN é novo restaurante do famoso Iron Chef Morimoto situado em Wynwood. O seu carro chefe é o “ramen” (lamen)! O HIYAKAWA é um restaurante japonês novo super pequeno situado em Wynwood. Inspirado nos restaurantes do popular bairro de Ginza, em Tóquio, ele possui um design super lindo e o destaque do cardápio são as refeições “Omakase” (menu degustação). Abre somente para o jantar.

E por fim, temos duas novidades que estão por vim dentro do Bal Harbour Shops! O restaurante japonês MAKOTO vai mudar de lugar – ele vai reabrir até o final de abril no último andar do shopping em um espaço muito maior e decorado por India Mahdavi, a designer iraniana incrível conhecida por conceber a decoração do restaurante ultra cool Sketch em Londres! Vai ser lindo! Meu queridinho italiano de NYC e com filial em Palm Beach, o SANT AMBROEUS também vai abrir suas portas dentro do shopping logo mais. A previsão era para o final de 2020, mas com a pandemia atrasou um pouco. Preciso descobrir  nova previsão, mas já estou super ansiosa! Como vocês podem ver, Miami não para de crescer!! Já estou sabendo que o Pastis, de NYC, vai abrir até ano que vem em Wynwood também! A cidade está cada vez mais legal e mais badalada! Espero que tenham gostado do post!

Related Posts

Voltar

Fatal error: Uncaught Exception: Service : Wprocket_Active not exist in /var/www/html/wp-content/plugins/weglot/src/class-bootstrap-weglot.php:98 Stack trace: #0 /var/www/html/wp-content/plugins/weglot/weglot-functions.php(15): WeglotWP\Bootstrap_Weglot->get_service('Wprocket_Active') #1 /var/www/html/wp-content/plugins/weglot/src/services/class-regex-checkers-service-weglot.php(51): weglot_get_service('Wprocket_Active') #2 /var/www/html/wp-content/plugins/weglot/src/services/class-parser-service-weglot.php(97): WeglotWP\Services\Regex_Checkers_Service_Weglot->get_regex_checkers() #3 /var/www/html/wp-content/plugins/weglot/src/services/class-translate-service-weglot.php(82): WeglotWP\Services\Parser_Service_Weglot->get_parser() #4 [internal function]: WeglotWP\Services\Translate_Service_Weglot->weglot_treat_page('<!doctype html>...', 9) #5 /var/www/html/wp-includes/functions.php(4979): ob_end_flush() #6 /var/www/html/wp-includes/class-wp-hook.php(303): wp_ob_end_flush_all('') #7 /var/www/html/wp-includes/class-wp-hook.php in /var/www/html/wp-content/plugins/weglot/src/class-bootstrap-weglot.php on line 98