Meus posts favoritos 29/08/2016

Se você foi ao Rio recentemente, provavelmente ouviu falar no Boulevard Olímpico ou no Porto Maravilha. O Porto Maravilha é um projeto de revitalização da zona portuária carioca. Foi feita a demolição da Perimetral, a via elevada que separava o Rio de Janeiro do seu porto. Depois de 4 anos de obras o centro da cidade está de cara nova. A nova Praça Mauá agora é cercada pelo Museu de Arte do Rio (MAR) e pelo Museu do Amanhã e está cheio de food trucks com especialidades gourmet. É um pedaço renascido do Rio. Inaugurado para as Olimpíadas, o Boulevard Olímpico, também chamado de Orla Conde, é o calçadão que une a Praça Mauá à Praça XV.

 

 

Além dos museus, aqui você encontra os antigos armazéns do Pier Mauá totalmente revitalizados. Durante as olimpíadas os armazéns abrigavam a Casa Brasil e a Parada Coca-Cola. Supostamente vários bares e restaurantes irão abrir nessa área, tentando imitar a proposta bem sucedida do Puerto Madero em Buenos Aires. Tomara que dê certo! Até o final do ano o Porto Maravilha vai ganhar o AquaRio, um super-aquário que também vai funcionar como mais um ímã de visitantes para a região. Mais recentemente, ganhou o mural Etnias, do grafiteiro brasileiro Kobra. Os painéis retratam as cinco raças humanas e o mural foi concebido para entrar no Guinness Book como a maior obra de street art do mundo! É super lindo.

 

Mas a atração principal desse projeto é sem dúvida o Museu do Amanhã, uma iniciativa da Prefeitura do RJ, concebido e realizado em conjunto com a Fundação Roberto Marinho e patrocinado pelo Banco Santander. Grandioso e imponente, o museu funciona como uma espécie de monumento – um novo cartão postal da cidade. O prédio foi projetado pelo arquiteto espanhol Santiago Calatrava e custou R$ 300 milhões. Sua arquitetura é toda sustentável: a água da Baía de Guanabara é utilizada na climatização do interior do museu e reutilizada no espelho d’água da parte externa, e a cobertura possui painéis fotovoltaicos para captar energia solar.

 

Na parte externa do museu se vê a Baía de Guanabara. A vista é especialmente bonita no fim de tarde ao pôr do sol. No meio do espelho d’água foi instalada uma estrela de 6 metros de diâmetro. A escultura metálica (Puffed Star II) foi doada pelo renomado artista norte-americano Frank Stella. Antes de vim ao Brasil estava em exposição em NYC. Por dentro, o Museu do Amanhã é uma mega-instalação sobre a trajetória do planeta. Todo o conteúdo é apresentado em português, espanhol e inglês. O Museu busca promover a inovação e divulgar os avanços da ciência e ao mesmo tempo alertar sobre os perigos das mudanças climáticas, da degradação ambiental e do colapso social.

 

 

Para não ficar horas na fila, compre seu ingresso online. A venda é feita com hora marcada. Nas terças-feiras a entrada é gratuita e nas segundas o museu não abre. Aproveite para visitar também o Museu de Arte do Rio (MAR). Na compra do Bilhete Único dos Museus você paga um preço especial para ir aos dois. Na cobertura do MAR funciona um restaurante, o Mauá. O espaço tem uma uma super vista para a Praça e a Baía e o terraço tem o melhor ângulo do Museu do Amanhã.

 

Comentários

comentários

Related Posts

Voltar